Breve biografia do Rev. Robert Kalley

Filho de família abastada, Robert Kalley nesceu em Mount Florida, no sudeste de Glasgow, e foi batizado na Igreja Presbiteriana da Escócia. Em 1829, obteve o diploma de cirurgião e farmacêutico pela Faculdade de Medicina e Cirurgia da Universidade de Glasgow. Como médico de bordo conheceu muitos portos, inclusive o do Funchal, na ilha da Madeira, onde, anos depois, fundaria uma das primeiras comunidades protestantes lusitanas, juntamente com sua mulher, Margaret.

Robert e Margaret casaram-se em 1838. O sonho de Robert era tornar-se missionário na China, mas, considerando a frágil saúde da esposa, os colegas sugeriram-lhe a ilha da Madeira, “um pequeno paraíso de clima suave”. Assim, no dia 12 de outubro do mesmo ano, o casal chegou ao Funchal, onde já havia uma colónia de escoceses. No ano seguinte, Kalley foi ordenado ao ministério pastoral, no dia 8 de julho.

Robert e Margaret Kalley tornaram-se figuras históricas do protestantismo em Portugal e no Brasil. Os Kalley chegaram ao Rio de Janeiro em 1855, onde Robert fundou, juntamente com cidadãos portugueses e brasileiros, a Igreja Evangélica Fluminense, que desempenhou um importante papel na divulgação da doutrina evangelista no país.

Kalley no Brasil

Após a morte de sua primeira esposa, Margareth Kalley, em 1851, Robert Kalley casou-se, no ano seguinte, com Sarah Poulton e partiu para os Estados Unidos. Nos anos 1853-1854 ministrou aos refugiados madeirenses naquela nação. Ainda nos Estados Unidos, impressionou-se com o Brasil através do livro Reminiscências de viagens e permanências nas Províncias do Sul e Norte do Brasil (1845), do Rev. Daniel Parrish Kidder, que estivera no Brasil, onde distribuiu Bíblias.

Em 10 de maio de 1855 chegou ao Rio de Janeiro e subiu para morar em Petrópolis, na residência do embaixador americano. Numa tarde de domingo, 19 de agosto de 1855, Kalley e sua esposa instalaram em sua residência a primeira classe de escola dominical, contando com cinco crianças, filhos de cidadãos americanos. Foi contada a história do profeta Jonas.

Kalley escreveu para Jacksonville pedindo auxílio. Vieram Wiliam Pitt, um inglês educado por D. Sarah na Inglaterra, Francisco de Souza Jardim e família, Manuel Fernandes e esposa e Francisco da Gama e família.

Kalley batizou o português José Pereira de Souza Louro em 8 de novembro de 1857. No dia 11 de julho de 1858 organizou a Igreja Evangélica Fluminense. Foi organizada com 14 membros, sendo batizado naquele dia o primeiro brasileiro Pedro Nolasco de Andrade.

Os Kalley ficariam no Brasil por 21 anos, atuando como missionários e cuidando de enfermos. Kalley voltou à Escócia em 10 de julho de 1876, sendo sucedido por João Manoel Gonçalves dos Santos no pastorado da Igreja Evangélica Fluminense.

Elaborou uma súmula doutrinária composta por 28 artigos conhecida como “Breve Exposição das Doutrinas Fundamentais do Cristianismo”, documento cujo propósito era o de ser o que seu próprio nome expressa: breve e fundamental. O próprio Kalley afirmou: “A Breve Exposição não contém todo o ensino apostólico, mas somente as doutrinas fundamentais do Cristianismo, sobre as quais todos os crentes devem ter um conhecimento claro e inteligente, para, na frase do apóstolo S. Pedro (I Pe 3:15), estardes aparelhados para responder a todo o que vos pedir razão daquela esperança que há em vós”.

O legado dos Kalley

Kalley conseguiu plantar o Cristianismo evangélico definitivamente no Brasil. Seu trabalho influenciou outros missionários a trabalharem no Brasil, contribuindo para a construção do protestantismo no país.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *